Homem é Preso nu Após Morder Cão da Polícia > Mundo Aki

Homem é Preso nu Após Morder Cão da Polícia


Os americanos estão sempre nos surpreendendo, com certeza o povo dos States tem muitas ideias para, porém em prática, sendo que algumas dessas ideias acabam merecendo um local de destaque na vitrine dos casos bizarros. Dessa vez vamos falar de Erasmo Guadalupe Garcia-Serna, um americano de 27 anos que fez a proeza de ficar nu ainda morder um cão da polícia. Não, isso não é brincadeira, o caso realmente aconteceu e o rapaz foi preso.

Homem-é-Preso-nu-Após-Morder-Cão-da-Polícia

Cartão Pernambucanas - 2 Via Boleto Passo a Passo

A história toda começou quando a policia foi chamada em um supermercado por motivos de desordem pública, ao chegar no local a policia já teve a desagradável surpresa de encontrar o Eramos pelado. A policia tentou imobilizar o rapaz e colocar o mesmo dentro da viatura, porém o rapaz acabou resistindo a prisão, com isso a policia acabou apelando para o cão chamado de Lobo.

Gerar 2 via da fatura Hipercard

O policial que fez parte da ação disse para Erasmo: “Tenho um cão policial, deite-se no chão ou você será mordido pelo cão. Ele veio andando na minha direção de uma maneira ameaçadora. Então soltei o Lobo”.

Mas o que os policiais não esperavam é que Erasmo fosse atacar o cão, quando o animal (cachorro) foi solto, Erasmo acabou o agarrando, mordeu o cachorro no pescoço e ainda arranhou seu focinho. Com isso os policiais acabaram agindo, um dos policiais que participavam da ação de um chute nas costas de Erasmo que ficou imóvel somente após receber 3 descargas elétricas da arma de choque.

O rapaz foi preso e ficou duas semanas detido, porém acabou sendo solto, mas a justiça exigiu que Erasmo comparecesse a uma audiência que iria acontecer dias depois. Como Erasmo não compareceu, foi expedido um mandato de busca e apreensão do indivíduo, porém até então ainda não se tem informações se Erasmo realmente foi preso.

←  Anterior Proxima  → Página inicial
Comentarios Facebook
Comentarios Blogger

0 comentários:

Postar um comentário